2.07.2008

3
Bichas. Aliás, filas.

As filas... não se pode viver com elas, não se pode viver sem elas...
Não sei que mal tem chamar-se bicha a uma fila. Só porque há uma cambada de ... que começam logo com trocadilhos badalhocos (eu não sou nada assim) não quer dizer que tenha algo de mal! "Olha põe-te aí na bicha!" Isto pronto, já pode soar um bocadinho mal, mas sempre é melhor do que "enfia-te aí na bicha", isso sim causador de alguns mal-entendidos.
Mas o interesse pelas bichas, digo, filas, não se limita a nomes engraçados e trocadilhos badalhocos. Vai muito mais além, ou não dissertasse eu apenas sobre coisas muito profundas (com pelo menos 5 metros..)

Temos sempre aquela bela tendência de ir para a fila mais curta, quando há mais do que uma para escolher. Se formos para a mais curta, essa torna-se subitamente a mais longa. E o que é mais triste é que se estivermos à espera numa longa fila, as pessoas logo atrás de nós são reconduzidas para uma fila nova e mais curta. Eu cá acho isto muito mal. Acho que deviam sair leis de filas ou qualquer coisa assim que regulamentem as filas e que impeçam as pessoas de nos passarem a perna. Até porque se estivermos numa fila curta, as pessoas que estão à nossa frente deixam passar os amigos e tal e quando vamos a ver já vai numa filazona e nós ali à espera sem saír do sítio.

Outro pormenor das filas é que, não sei se já se aperceberam mas, geralmente, uma pequena fila à porta de um edifício transforma-se numa longa fila dentro do edifício. Isto aplica-se especialmente à secretaria geral da UC. Isso e o facto de quanto mais tempo se esperar numa fila, maior ser a probabilidade de estarmos na fila errada, e muitas vezes quando nos apercebemos é quando já estamos a ser atendidos e o outro serviço onde era suposto estarmos já fechou ou tem também uma fila enorme. Isto também se aplica a hospitais e serviços de finanças e afins...


As filas são um grande problema. Têm várias complicações. Até pelo simples facto de que a fila do lado anda sempre mais rápido. Isto tanto é válido na fila do almoço, como na fila do supermercado como na fila das portagens. Não interessa onde seja, anda sempre mais rápido. A parte triste disto é que não adianta mudar de fila: a do lado anda sempre mais rápido. Se mudarmos de fila, aquela de onde acabámos de sair e que até podia estar parada há uma hora começa a avançar muito mais depressa do que aquela para onde nos mudámos. Além disso, se voltarmos a tentar mudar de fila irritamos toda a gente.
No entanto, nem tudo é mau nas filas. Olhem uma coisa gira é que se permanecermos tempo suficiente num local, formar-se-á uma fila atrás de nós. As pessoas gostam muito de ajuntamentos e de formar filas estúpidas mesmo que nem saibam para o que vão ou porque estão ali. Mas é giro. Estúpido, vá, mas giro.

3 Pessoas leram e ainda comentaram!

JP disse...

Filosofando:
Esperar estando na fila... é chato! Esperar estando na bicha... também! Fila e bicha interligam-se e fundem-se porque são sinónimas, e confundem-se porque... fila é muitas coisas (bicha também) e bicha, sendo outras tantas coisas (incluindo fila) é, também, "bicha" (pederasta), sendo este o substantivo que origina e consuma o trocadilho - "bicha"/fila!
Resumindo: não sendo agradável esperar estando na fila, continuará a não ser agradável esperar estando na bicha porque, esperar na fila, é tão desagradável como estar esperarando na bicha.
Apesar de haver quem tenha alguns pruridos bacocos em designar a fila por aquilo que ela verdadeiramente é; BICHA!!! esta, bicha, não é mais do que um conjunto de pessoas aguardando em fila, num determinado espaço, de modo ordeiro ou exaltado (se demorarem muito tempo a dar-lhes o que pretendem) que lhes seja concedido o que as levou até ali.
Sendo assim, quando tiver que ser, terei que ir p´rá bicha porque, estando na bicha, estou na fila e... estando na fila, não deixarei de estar na bicha, sem receio dos murmúrios nem medo dos epípetos qualificativos que uns quantos insensatos nos atiram, acreditando que, estar na bicha, não é mais do que estar com a "Bicha". Coitados!
Todos p´rá bicha (se ficarem melindrados podem ir para a fila) e não demorem porque... os brindes vã ser distribuídos. Ah!!! AH!!! AH!!!

jp disse...

red:
o assunto é interessante por isso, permiti-me, no post anterior, e após reflexão profundíssima sobre o tema, colocar um comentário tipo: "filofia na madrugada"!
Continua... estás a ir bem!
Jinhos...

Anónimo disse...

Bicha?? ou Fila??

(o que eu mais gosto é quando elas ja fazem curvas e contracurvas...e depois são tantas as curvas e contarcurvas que uma pessoa vomita ou será "gomita" ou "gomitar fora")...

Mas ainda há outra coisa que me espanta relativamente a estes substantivos...

Certo dia um tal de engenheiro que ninguem sab ao certo se é ou não, em pleno directo, acabadinho de xegar a uma inauguração, vai direitinho falar c o seu camarada das obras públicas e diz: "Boa tarde Sr Min(.......). Desculpe o atraso mas tive na Bicha!"

Pergunto eu, em que é que ficamos? e alias, onde andou ele? Sim porque há casos duvidosos e em que as semelhanças com realidade em nada são coincidências... são reais...diz se por aí que sim...

(Nem se quer vou por o meu nome, pq não quero ca problemas com "os grandes" "os do tacho")

(de uma doida perto de ti!!!ou long...e um ananas, não é uma banana)(olha e uma bicha, não é uma fila...)