3.18.2008

5
Permanente. Ou nem por isso.

Permanente: adj. 2 gén. permanecente; duradouro; ininterrupto.

Uma saída para café, que devia ser para dar prendas de anos com um mês de atraso, deu antes (aliás, deu também) numa profunda dissertação sobre a permanência efectiva das coisas que se dizem permanentes. E chegou-se a um consenso: a maior parte das coisas que se dizem permanentes acabam por ser mesmo é temporárias. E isso é tipo publicidade enganosa. 'Tá mal.


. Maquilhagem permanente: para quem não sabe, existe. Mas a maquilhagem dita permanente dura tipo quê, uma semana, duas, um mês? Maquilhagem permanente é uma tatuagem temporária. Isto é um bocado contra-senso.. logo, enganoso. Temporário é diferente de permanente. Mas vá, como diz a Angie, maquilhagem que dure mais de um dia já é muito permanente...

. Permanente do cabelo: primeiro, é uma expressão. Mas, mesmo assim, o que é que fazer ondinhas no cabelo tem a ver com ser duradouro? Aliás, de duradouro tem pouco, que as senhoras passam a vida no cabeleireiro...

. Tinta permanente: Vá, a tinta é permanente. Pelo menos até que alguém lhe ponha corrector em cima. "ah mas fica lá na mesma, debaixo do corrector". Pois, mas ninguém lhe chamou tinta invisivel debaixo do corrector, chamaram-lhe tinta permanente. E chamaram.lhe tinta permanente não por ser permanente mas por fazer parte de uma caneta com depósito de tinta em ligação com o aparo. (magnífico, o que se aprende no dicionário. Comecem a lê-lo.)

. Tatuagem. Permanente. Não me convencem. É permanente até irmos a um cirurgião plástico removê-la.


Epá é que nada é permanente. A vida de certeza que não é. E se mesmo sobre a morte não há consenso, como é que vêm chamar permanentes a objectos? 'Tá mal. 'Tá muito mal.
(e quem não tem nada que fazer debruça-se a meditar sobre estupidezes (heim?) como esta e a ler dicionários.)

5 Pessoas leram e ainda comentaram!

david disse...

Sempre sonhei fazer uma permanente ao cabelo. Acho que é daquelas coisas inatingíveis à razão humana, porque as senhoras põem a cabeça numa espécie de motor de avião a jacto disposto na vertical e depois, passado uma hora, saem de lá com outra cabeça. Gosto!

Anónimo disse...

e permanentes ao cerebro ñ há??

ixo é k dava jeito...

(Elsita)

durfo disse...

O "eu" é permanente!

LiCkY disse...

Oh amiga, vamos la a ver, nao é k eu nao tenha mai nada pra fazer, porque ate tenho mas nao me apetece, e isto é msm nakela porque o q me apetece msm é dormir, mas nao consigo, alguma teoria para eu por em pratica?

va la va la pensa e dps diz-.me senao ate me stresso toda

Ana Rita Tavares disse...

eh pah, permanente...
a do cabelo faz-me lembrar aquelas velhotas que têm o cabelo roxo; a da maquilhagem só s tivesse mt passada, depois passava a moda e como é k era?; a tatoo té m agrada, tou seriamente a pensar nisso, um codigo de barras no pescoço parece genial; e a tinta, eh pah, eu ainda m lembro daquelas borrachas vermelhas e azuis e eu delirava a tentar apagar o que escrevia a caneta, considerando que na primária nem me deixavam, nao sei porquê!!

Red, pensa nisso, medita bem...
porque é que não nos deixavam usar canetas na primária??