7.27.2009

2
E como raio é que eu faço um post cutchi-cutchi*?!

Hipóteses:

a) Falar de criancinhas.

NOT. Comigo não funciona. Um post cutchi-cutchi meu pode falar de tudo menos de criancinhas. Pois que o espírito “rai’s partam as criancinhas” não tem muito de fofinho.

b) Falar de animaizinhos.

Animaizinhos eu já gosto (ok, agora tive pena das criancinhas, mas foi uma coisa passageira). Mas tendo em conta que a sugestão “pensa em gatinhos atropelados” não funciona para me parar um ataque de riso, não sei se será a melhor ideia.

c) Falar do apêndice.

Ora bem, se lhe chamo apêndice, a coisa já não é propriamente fofa.
Se gozo com ele publicamente publicando os seus belos discursos aqui no estaminé, talvez seja menos ainda.
Se gozo com o Benfica dele a cada oportunidade, menos fofa é capaz de ser a coisa.
E se lhe mando fotos de gambas quando ele está a canjinha, então talvez não tenha mesmo nada de cutchi-cutchi.

d) Falar da famelga.

Hum… Eles são todos do Benfica… Não me parece possível falar cutchi-cutchimamente deles.


Conclusão: ai a porra, que eu nem “cutchi-cutchi” consigo escrever à primeira. Sai sempre algo tipo cuthci cuthci. Estou lixada.


2 Pessoas leram e ainda comentaram!

JP disse...

Quando se fala da "famelga" encarnada há que ter muito cuidadinho com a linguagem: é que, quer se goste ou não ( e há muito quem não...) interiormente somos todos encarnaditos e... exteriormente, poucas personalidades, mas muito poucas mesmo - ainda que famelgas também -são, imagine-se, tão verdes como a casca da melancia...
Que cor esquisita essa... a dos verdes!
Um dia, sabe-se lá, talvez "cutchi-cutchi" amadureçam e se tornem, também, vermelhos(a) sabe-se lá... sabe-se lá...
Ah...! Ah...! Ah...!
Com muitos "cutchi-cutchi"...

...Jinhos!

LP disse...

Hoje lembrei-me deste post teu. Principalmente do que dizes sobre as criancinhas!

Ai o que tive de aturar hoje... :\

Beijinhos