10.20.2009

1
Querida mãezinha,


Desculpa ter deixado o grandioso bolinhas num estacionamento debaixo das árvores no dia em que o tinhas ido lavar com tanto amor e carinho. Desculpa não ter adivinhado que vinha um vendaval que o ia encher de ramos. E desculpa também não ter adivinhado que naquelas árvores moravam 370 pássaros cheios de diarreia.

Prometo que, para a próxima, dormirei dentro do carro e tudo se for preciso, à espera que surja um humilde lugarinho à porta de casa. Isso ou pegarei eu própria no estupor da mota que insiste em ficar atravessada a ocupar o lugar do nosso bolinhas.

Desculpa também ter dito que ele de bolinhas não tinha nada e que tinha muito mais pára-choques de bóbi que de bolinhas; eu juro que não quis insultá-lo.

Desculpa, mãezinha. Prometo que um dia destes me ofereço para aspirar as folhas que foram ter ao banco de trás sabe-se lá como. Prometo também pedir a pressão de ar emprestada ao meu pai e colocar-me em posição de ataque na janela da sala, a fazer pontaria às árvorezinhas.

Sempre tua (pelo menos até ao dia em que me disseres que fui adoptada ou que fui encontrada num caixote do lixo à porta do prédio)

Red

1 Pessoa leu e ainda comentou!

Saudosa Morena disse...

a tua mae devia era proibir-te de andar em tal veículo...