12.21.2009

1
Ninguém quer saber dos utentes, pá (ou "mais um post meio sádico")


O ramal da Lousã fecha, por completo, daqui a duas semanas.

Já alguém pensou como é que as pessoas cá da santa terrinha se vão suicidar sem o comboio?!!

Quem sai daqui lesado são os utentes perturbados e a própria CP, que tão depressa não vai ver aqui das vilórias as belas das indemnizações da famelga da vítima, que não só tem de fazer o luto por uma alma que decidiu que já não os queria aturar mais, como ainda tem de pagar uma bela maquia à CP pelos danos causados.

Transportes alternativos?
Check.

Mas atirar-se para debaixo de um autocarro não tem o mesmo impacto e não causa o mesmo estrago que atirar-se para debaixo do comboio. Aliás, atirar-se para debaixo de um autocarro da transdev é um bocadinho cócó. Lá se vai o melhor meio de pôr termo à vida que havia aqui para esta zona... Tão cedo não volto a ficar horas parada no caminho às espera que apanhem todos os bocados de alguém que resolveu ir experimentar o sabor dos carris... É triste, mas é verdade.

Agora se quiserem esborrachar-se em qualquer lado, das duas uma: ou vão até à linha da Figueira em Coimbra-B, que é a mais próxima, ou então optem pelos autocarros que fazem o serviço expresso cá das vilórias até à city, que na via rápida vão até aos 80km/h e já dão para qualquer coisinha. Não tarda são os bombeiros que começam a cobrar comissão por terem de lavar o sangue da estrada.


1 Pessoa leu e ainda comentou!

LP disse...

Os familiares das vítimas ainda tem de pagar uma indemnização? OMG!

Bem, podem sempre fazer uma petição online! É giro! :)