5.08.2010

1
Hoje é noite de ir ver os aviões*.


*Anda comigo ver os automóveis à avenida
A rasgar nas curvas, A queimar pneus
Um dia vamos ver os foguetões levantar voo
A rasgar as núvens, A rasgar o céu...

Um dia eu ganho o totobola
Ou pego na pistola
Mas que eu morra que aqui
Mulher tu sabes o quanto eu te amo
O quanto eu gosto de ti
E que eu morra aqui
Se um dia eu não te levo à lua
Nem que eu roube a lua,
Só para ti


Vamos ver os aviões* não num aeródromo, mas sim no Queimódromo. O Sócio diz que leva a broa e o vinho. Os Azeitonas já lá hão-de estar. Esta Queima deixa-me um tanto ou quanto atarantada!

1 Pessoa leu e ainda comentou!

rosa disse...

Era só aproveitar para ver "os aviões levantar voo" enquanto as cinzas do vulcão não chegam a este canto plantado à beira rio... :P