12.04.2010

4
Vou mas só porque sou bem ed'HUCada (e mais uma piada com HUCs e alguém me espeta um catéter num olho -.- )


Ooooh, diz que aparentemente já estou de saída, parece que só paguei estadia p'ra uma semana, que cheiro mal e não me querem ver mais por perto, que os (demasiados) meninos de medicina que me vêm usar para estudo de caso atrapalham aqui o serviço porque são mais que as mães de volta de mim. Diz também que como demais, que levo o hospital à falência, que estou muito tempo no chuveiro com a pressãozinha da água a dar-se-me nas cruzes. Diz que desde que cá estou já roubaram um menino Jesus e um burro, mas eu juro que não fui eu, não fui, não sei, e até tenho raiva de quem sabe. Diz que tive uma pielonefrite - uma quem?!, nome mai'lindo - mas que já se foram as dores - que vão p'ró diabo que as carregue - e as febres e todas essas coisas giras. Diz que até tive tempo de ganhar uma gastroenterite viral - descarrega Red, nunca o "deita cá p'ra fora" foi tão certeiro, mas que agora já está tudo limpo e que o meu rim está pronto p'ra outra, que fica lá com a cicatrizinha só para eu não me esquecer do intenso amor por ele. Diz que o contraste da TAC podia dar um gostinho a camarão mas só deu o calor do whisky. Diz que já não tenho veias para pôr catéteres, que os antibióticos as comem, que é dose demasiado cavalar de antibiótico e estou a romper com o stock da farmácia hospitalar, pois que 2 a mandar p'ra veia 3 vezes ao dia não é de anjinho. Diz também que a candonga de bolachas, sumos e leites achocolatados que vai p'raqui no meu armário é ilegal, bem como os pastéis de nata do pai e os cones de chantilly da Raquel. Ainda por cima já pus uma das velhotas aqui do lado a ler uma revista (aos 87 e sem óculos), parece que estou a estragar aqui o esquema do serviço, que as senhoras até estão mais arrebitadas desde que eu cheguei. Diz que dou prejuízo, que mal cai aqui alguma coisa vai logo para a gaveta (um arsenal de doces para pão e de bolachas maria), pois nem que não se goste distribui-se para a família, que nada se perde, tudo se transforma - ou será mais "não se passa nada, consome-se tudo".

Por isso diz que sim, que vou embora segunda-feira, vá lá ver se não me prendem aqui, que eu sou tão jovem e boa rapariga e eles nunca se viram noutra - gaja nova, pá, tão nova e já tão estragadinha (calúnias, sou fresca que nem uma alface). Diz que vou ainda com mais uma semana de antibiótico (oral, vá, que já estou farta de mandar p'ra veia) e pseudo-repouso, porque as defesas estão fraquinhas e tenho de beber muita água e blá blá blá whiskas saquetas, mas ai que eu lá fora não tenho vida para andar a fazer xixi a toda a hora como aqui - nem vida nem penico!, fora o de caloira, que esse ainda anda p'ra lá perdido algutres no quarto.

A ver vamos.

4 Pessoas leram e ainda comentaram!

I. disse...

Tchi, despejada do hospital, que vergonha :D

As melhoras, sim? Que temos dois rins, sim senhora, mas que durem ;)foste arranjar uma cena com um raio de um nome que faz favor

lOusy Cat disse...

Devoradora de teclas! Chegaste dos HUC, tive logo uma explosão de comentários no meu blog! só teus... :P Neste momento deves ser detentora de prai 50% dos comentários que lá estão =) Isto em apenas dois dias.. Para a semana és dona daquilo.. Continua Assim! E nao te esquecas de sacudir

Dryn@ disse...

As melhoras... E qd regressares a normal life, vê la se me podes responder a sms pliz...
Imajino o pandemóne que deves ter feito nos HUC :D

Beijinho*

LP disse...

Ñão demostrei, no momento, a minha dor relativa a todo o cojnunto de vírus malvados existentes em todo o teu organismo, mas faço-o agora!

E pronto, já está! :)