6.24.2011

3
Oh, andar de avião ou de barco (adenda: e de limune, oh sim, também já!) é sobrevalorizado.


Hoje apeteceu-me andar de reboque. Estava farta de andar de carro, combóio já não há, autocarro é para pobre (para pobre cujo carro tem de ir no reboque, por exemplo) e táxi é pouco para a minha ilustre personalidade. Como tal, fui dar uma volta de reboque para não ser sempre a mesma coisa e variar um bocadinho. Acho a sua piada porque eu comprei uma máquina de guerra, não um veículo qualquer meio amaricado, e essa máquina de guerra, que tinha tido um apagão no meio da estrada, não brinca em serviço e começou a funcionar a tempo de se auto-colocar em cima do reboque.

Cheira-me que é castigo do S. João, que eu andava há um mês a sonhar com SARDINES... mas a acabar de comer um kg de camarão à meia-noite é normal que não tivesse lugar para uma sardinhinha, coitadinha, mesmo tendo passado por 4 arraiais diferentes.

Estou mesmo a ver o Sócio a rir-se lá de cima sobre a minha pessoa hora e meia à espera de um reboque. É que na nossa última vez ao menos íamos comendo (e plantando cerejeiras) à beira da estrada enquanto esperávamos que o pronto-socorro fosse salvar o sócio-mobile...

3 Pessoas leram e ainda comentaram!

rosa disse...

E pronto é oficial, já andaste de todos os meios de transporte.. XD

Red disse...

true! :D

I. disse...

Há muito tempo que não ando de reboque. O bicho, ainda em Novembro apanhou uma boleia, e eu apeada fiquei (autocarro! metro! me salvaram).
Boa sorte ;)